• bannerSitePSDM3jan2020.jpg

O líder parlamentar do PSD, na Assembleia Legislativa da Madeira, desafiou o Governo da República a esclarecer se a Madeira vai ou não receber a sua parte dos fundos comunitários a que Portugal terá direito.

Numa intervenção da Assembleia Legislativa da Madeira, Jaime Filipe Ramos referiu a notícia de que a União Europeia irá consagrar uma linha de 750 mil milhões de euros, dos quais 26,3 mil milhões serão destinados a Portugal.

Por isso lançou o repto: "Nós aguardamos que, durante o dia de hoje, o Estado português esclareça se vai ou não fazer chegar às regiões autónomas a respetiva componente".

O deputado lembrou que a Madeira tem direito a receber 650 milhões de euros, dinheiro que seria importante "para o futuro da Região".  "É fundamental que essa ajuda comunitária não fique em Lisboa, mas que vá para todo o país, incluindo as regiões autónomas", disse.

Espera, por isso, que a Madeira não seja "discriminada".