• bannerSitePSDM3jan2020.jpg

O deputado Nuno Maciel considera que o orçamento regional para 2020 "é amigo da segurança e do bem-estar das populações madeirenses", continuando o Governo a "colocar no topo das suas prioridades a qualidade de vida dos que aqui residem e melhoraria das condições para aqueles que nos visitam".

"A coesão territorial, a ligação entre e dentro dos concelhos e freguesias continua a ter a sensibilidade do Governo Regional, que com a sua visão estratégica de desenvolvimento do nosso território, mantém o investimento público em obras e intervenções necessárias para que todos os madeirenses beneficiem da redução de distâncias, da redução de assimetrias geográficas e do bem estar e qualidade de vida nas suas terras", disse.

Numa intervenção realizada na Assembleia Legislativa da Madeira, antes do período da ordem do dia, o deputado focou-se, essencialmente, nos investimentos para a Calheta, que são elucidativos dessa realidade.

"Na verdade, e conforme comprometido com as populações locais, temos em curso a conclusão da via expresso até ao sítio do Salão na Ponta do Pargo. Um investimento que desde a Raposeira, ao sítio da Fajã da Ovelha, até ao Salão, representa um investimento global que ascende aos 45 milhões de euros. Só neste ano de 2020 e para concluir esta via expresso, o que até final do ano será uma realidade, o Governo Regional investe mais de 10 milhões de euros, nesta última fase da obra, concluindo-a e cumprindo cabalmente o compromisso de unidade territorial do concelho da Calheta desde o Arco à Ponta do Pargo. Hoje, a Calheta é um concelho mais próximo e unido, mais seguro e coeso, e melhor preparado para enfrentar o futuro com segurança, desenvolvimento e bem estar coletivo."

Porém, segundo o deputado, este caminho não fica por aqui, lembrando ainda a estrada regional entre o Estreito da Calheta e o Jardim do Mar, que entrará em obras muito em breve.

Além disso, "a segurança na acessibilidade às freguesias do Jardim do Mar e do Paul do Mar será uma realidade e as populações que ali residem beneficiarão deste acesso, bem como os residentes das zonas baixas da Fajã da Ovelha, para além de facilitar ainda mais o turismo, que tanto procura estas localidades quer na época balnear quer nos restantes meses do ano. Efetivamente, estão inscritos para 2020 mais de 21 milhões de euros para este novo acesso ao Jardim do Mar, que darão corpo a uma obra complexa e exigente, mas que se revela determinante para o desenvolvimento turístico das freguesias mais próximas e assume a coesão territorial interna do concelho em segurança e unidade para todos os calhetenses e seus visitantes".

Nuno Maciel referiu também que o plano de investimentos continua nesta linha e na linha da identidade local de base patrimonial, sendo de registar que, por via do PRODERAM, estão contemplados outros 2,6 milhões de euros para a obra do caminho real na Fajã da Ovelha, salientando que se trata de "uma intervenção de registo pela conservação e preservação de um legado histórico-cultural da identidade patrimonial madeirense, a uma cota de percurso ainda pouco explorada pelo turismo, que servirá para diversificar a oferta de percursos pedestres na Calheta, mas que servirá também para apoiar os agricultores na sua actividade, tornando o acesso aos seus terrenos e às suas culturas mais facilitado e próximo.

O deputado recordou que estas três intervenções representam mais de 34 milhões de euros de investimento público em segurança e qualidade vida para a Calheta.

No entanto, "a atenção e cuidado do Governo Regional com esta terra não se esgota por aqui", referindo a obra de beneficiação do Centro de Saúde do Arco da Calheta, que irá para o terreno no último trimestre deste ano, e que melhorará significativamente a qualidade material e física da excelência de serviço de saúde que os múltiplos profissionais já ali prestam, assim como a construção da nova pista de patinagem de velocidade nos Prazeres, o projeto vencedor ao nível regional do orçamento participativo, com uma dotação de meio milhão de euros para executar em 2020 e 2021, contribuindo para que os jovens atletas do CDR Prazeres melhorem ainda mais as suas performances e o seu desempenho desportivo, que já tantas medalhas e títulos deram à região e ao país.

Nuno Maciel registou ainda a disponibilidade da Secretaria Regional dos Equipamentos e Infra-estruturas para intervir e beneficiar o polidesportivo da Escola Básica e Secundária da Calheta e a criação das condições técnicas para as salas de aula receberem o núcleo do Conservatório das Artes e ali serem ministradas as aulas de formação musical.

O Museu de Arte Contemporânea da Madeira, Mudas, terá igualmente a atenção desta Secretaria e beneficiará igualmente de obras de manutenção, necessárias a um museu com vida e que em 2019 teve mais de 21 mil visitantes, sendo já o segundo museu mais visitado da Madeira.

Em síntese, o deputado salientou que só em investimento direto na Calheta estão previstos quase 36 milhões de euros, assegurando que "os calhetenses estão atentos e são justos nos momentos de decisão. Confiam neste Governo Regional e estão cientes que o orçamento e o plano de investimentos para 2020 aprovados por esta casa vão de encontro aos compromissos sufragados e cumprem com aquelas que são as suas principais preocupações materiais na coesão, unidade e segurança territorial. Estamos descansados, pois temos a plena consciência e convicção que os compromissos são para honrar e que a Calheta continuará a merecer a atenção e sensibilidade do Governo Regional para a resolução dos seus problemas".