• bannerSitePSDM3jan2020.jpg

Desde a sua criação, pelo Governo Regional, há pouco mais de meio ano, a iniciativa ‘Estudante Insular’ já recebeu mais de 7.500 pedidos, afirmou, hoje, a deputada Josefina Carreira, após uma visita do Grupo Parlamentar do PSD à agência 'Intertours', uma das que aderiram ao programa.

Segundo a deputada, isso significa cerca de 34 pedidos por dia e o adiantamento por parte do Governo Regional de cerca de 1,8 milhões de euros.
O Grupo Parlamentar do PSD considera, por isso, que esta medida resultou num “grande sucesso”.

O programa ’Estudante Insular’ foi criado pelo Governo Regional para que os estudantes universitários madeirenses possam pagar apenas 65 euros nas suas deslocações entre Madeira e Continente, sem terem de adiantar o valor remanescente.

“Perante a inércia do governo socialista que nada fez para alterar o subsídio de mobilidade, que nada fez perante os preços exorbitantes praticados pela TAP, foi, mais uma vez, o Governo Regional que tomou a dianteira deste processo e que encontrou uma solução para ajudar os estudantes madeirenses e as suas famílias, estudantes que se viam confrontados com um grande esforço financeiro, que até os impedia de realizar as viagens de que que precisavam de fazer", afirmou a deputada.

“O grande sucesso desta medida é hoje vermos os estudantes madeirenses juntos das suas famílias quando mais precisam e nas principais alturas do ano”, salientou Josefina Carreira, reforçando, que, mais uma vez, é o PSD e o Governo Regional que estão ao lado da população e que encontraram uma solução efetiva para estes estudantes.

“O estudante insular é um exemplo claro da política do Governo Regional, uma política de proximidade, de ação efetiva e de apoio inequívoco às famílias madeirenses."