• bannerSitePSDM3jan2020.jpg

O Grupo Parlamentar do PSD sublinhou hoje que a Madeira "é, de facto, pioneira no âmbito da criação do Estatuto do Cuidador Informal".

Numa visita ao Centro Comunitário da Murteira (Santa Maria Maior), da Associação Garouta do Calhau, a deputada Rubina Leal afirmou que há uma "grande preocupação por aqueles que cuidam dos que estão dependentes", uma vez que que este Estatuto "vem valorizar, qualificar e proteger os cuidadores".

Mas se na Região o diploma já foi aprovado em sede de generalidade na Assembleia Legislativa na Madeira, Rubina Leal lamenta que, ao nível nacional, a discussão do diploma relativo ao cuidador informal esteja "constantemente a ser adiada".

"Nós aqui podemos dizer que, de facto, fomos pioneiros, que temos uma preocupação com aqueles que cuidam porque temos consciência de que existem muitas pessoas dependentes e, sobretudo, que há muitos idosos que precisam de apoio e precisam de ajuda". disse. Nesse sentido, considera ser "importante olhar também para aqueles que cuidam", salientando que foi por isso que a Região tomou esta iniciativa que, desde a primeira hora, fazia parte do Programa de Governo.