• bannerSitePSDM3jan2020.jpg

O Grupo Parlamentar do PSD visitou hoje o Movimento de Voluntariado Hospitalar Presença Amiga com o intuito de valorizar o papel fundamental dos voluntários e de destacar o novo regime de apoio ao voluntariado.

Conforme sublinhou a deputada Josefina Carreira, "o voluntariado contribui de forma decisiva para que a nossa sociedade seja mais solidária e mais coesa", sendo "um complemento fundamental para a ação das entidades públicas, fazendo com que o contributo seja mais completo e mais próximo de quem precisa".

"É com reconhecimento desta importância que o Grupo Parlamentar tem, ao longo desta legislatura, visitado várias instituições e associações que através dos seus voluntários têm deixado uma marca social inestimável", salientou, acrescentando que este "é o caso, precisamente, do movimento Presença Amiga que, com muito empenho, seriedade e dedicação todos os dias presta acompanhamento aos doentes internados no hospital Dr. Nélio Mendonça, mas também no hospital João de Almada".

Neste enquadramento, a deputada afirma que faz "todo o sentido o novo regime de apoio ao voluntariado,  que é uma proposta do Governo Regional e que será discutida amanhã na Assembleia Legislativa".

"Este diploma vai permitir não só uma maior valorização dos mais 2.600 voluntários que existem na Região, porque vai reforçar o apoio técnico, a formação e também alguns benefícios de cariz simbólico, mas vai também incentivar mais pessoas a praticar o voluntariado."

Além disso, vai também "possibilitar uma caracterização mais rigorosa do perfil do voluntário na Região, através de um cartão e de um registo que vai permitir uma ação mais concertada nesta área". Vem ainda "concretizar mais um compromisso do Governo Regional e demonstrar que as políticas sociais continuam a ser a prioridade deste governo do PSD". 

É por isso também que o Grupo Parlamentar quis fazer "este reconhecimento a estes voluntários, a este trabalho em rede, nas mais diversas áreas, e reiterar que os voluntários são um exemplo para a nossa sociedade, um exemplo de solidariedade e de generosidade, dando o melhor de si para o bem comum sem esperar nada em troca". 

Segundo a deputada, "são estes valores humanistas que se pretende incentivar a incutir junto dos mais novos", sendo certo que "o voluntariado é o meio fundamental para o fazer". 

Josefina Carreira considera que "este novo regime de voluntariado vai fazer com que mais pessoas adiram a este modo de ajudar" e também façam prevalecer estes  valores que referiu.

"O que vai fazer é precisamente incentivar mais o voluntariado com alguns benefícios novos que vem trazer", referiu, salientando que este novo diploma traz algumas medidas novas, como um crédito de 8 horas para o presidente da associação ou outros dirigentes para que possam cumprir o seu papel no voluntariado e para organização e gestão de iniciativas, e outras que serão introduzidas na regulamentação, como a isenção de taxas moderadoras e o acesso livre a museus da tutela do Governo Regional.