• bannerSitePSDM3jan2020.jpg

O Governo Regional vai responder ao apelo da população do Porto Moniz para reforçar a segurança na via expresso, mais concretamente no túnel João Delgado, que será alvo de uma intervenção na ordem dos 4,2 milhões de euros.

A garantia foi deixada pelo deputado Francisco Nunes, numa visita do Grupo Parlamentar do PSD ao Porto Moniz, com deslocação a vários locais e instituições do concelho, incluindo a zona onde será realizada a obra, junto ao Véu da Noiva.

“Desde o início da nossa legislatura houve uma solicitação por parte da população de se construir uma estrutura no túnel João Delgado, que é uma zona que se encontra com algumas lacunas de segurança", disse Francisco Nunes, salientado que "o PSD, desde o início, tentou fazer com que se iniciassem estudos para saber que solução é que se podia perspetivar para aquela zona."

"Neste momento, foi encontrada a solução técnica, que se intitula como uma estrutura porticada, que se vai desenvolver entre o final Túnel João Delgado para a zona de São Vicente", afirmou, sublinhando que a intervenção engloba de 250 metros e terá por objetivo proteger das rochas que caem e corrigir algumas falhas no pavimento.

Francisco Nunes lembra que a via expresso é a principal via de acesso ao Porto Moniz, referindo que a obra vai iniciar-se em 2019 e terá uma duração de cerca de 8 meses. Isto, salientou, sem prejudicar a ligação contínua na via entre São Vicente e o Porto Moniz.

Trata-se de uma obra complexa, sendo a primeira vez que será feita esse tipo de estrutura na Madeira.

Nesta deslocação, o Grupo Parlamentar visitou ainda o Centro de Saúde do Porto Moniz, a Escola Básica e Secundária, o Centro de Dia da Levada Grande, o Mercado Abastecedor e o Lar de Idosos, além do contacto com comerciantes locais.

 

Ver álbum da visita