• bannerSitePSDM3jan2020.jpg

Primeiro aprovou (em 2016), depois votou contra (2018) e, agora, recusa-se a votar. Foram estas as posições da maioria na Câmara Municipal de Machico, face às propostas do PSD para a disponibilização de manuais escolares a todos os alunos do 1º ciclo do Concelho.

Aliás, a atitude do PS, na reunião de Câmara de hoje, já tinha sido adotada na anterior, relativamente a duas propostas da autoria do Partido Social-Democrata, uma delas para que a autarquia apoiasse as famílias, com crianças no 1ª ciclo, ao nível do material escolar.

De acordo com a vereação do PSD, o executivo municipal alega que essa não é uma responsabilidade sua, mas não consegue explicar as razões para que tenha sido implementado um regulamento de apoio em manuais escolares, cuja excessiva burocracia e condições têm levado a uma procura praticamente nula.

Para os autarcas do PSD, esta recusa em votar as iniciativas é “lamentável” e reveladora da falta de respeito do PS pela oposição. Com isso, afirmam, perde também a população de Machico, que, ao contrário do que acontece na maior parte dos municípios da Região, vê-se privada deste importante apoio para as famílias.

O PSD lembra que cabe às autarquias as competências de âmbito da Ação Social Escolar aplicáveis aos alunos do 1.º Ciclo, sublinhando que o impacto da medida no orçamento seria residual, cerca de 0,05%.