• bannerSitePSDM3jan2020.jpg

1. O PSD/Madeira lamenta que se tenha perdido mais uma oportunidade para corrigir as injustiças em sede de Orçamento do Estado em matérias relevantes para a Região, como as do subsídio de mobilidade e da redução das taxas de juro, mas, sobretudo, a do novo hospital.

2. Ao rejeitarem todas as propostas da Madeira, e em particular a única que exigia ao Governo da República os 50% do financiamento, clarificando o montante global do financiamento prometido e identificando o IVA, da autoria do PSD, o PS, o PCP e o BE demonstraram que quando estão na Madeira dizem-se a favor dos madeirenses, mas em Lisboa, quando têm os meios para assumir a sua palavra, a primeira coisa que fazem é chumbar as propostas que realmente vão ao encontro das soluções.

3. Se o PS, o PCP e o BE quisessem verdadeiramente que a questão do novo hospital ficasse resolvida teriam votado a favor da melhor proposta e aquela que era a mais completa. E essa proposta era a do PSD.

4. Em vez disso, aprovaram a que menos defendia os interesses dos madeirenses, porque não só não clarifica a questão do financiamento como não altera em nada a atual situação.

5. Ou seja, fica tudo na mesma, não passando tudo de uma grande fantochada para mostrar trabalho, quando na verdade nada se resolve.

6. Mais uma vez, o PS, o PCP e o BE votaram contra a Madeira, privilegiando os interesses partidários e da ‘Geringonça’ relativamente à defesa dos madeirenses.