• bannerSitePSDM3jan2020.jpg

1. O Governo PS e o primeiro-ministro António Costa prometeram 50% para a construção e equipamentos do Novo Hospital da Madeira, avaliado em 350 milhões de euros.

2. Não é preciso saber muito de matemática para entender que o valor avançado pelo Governo de Lisboa para financiar esta obra está muito distante dos 50% prometidos. Já todos percebemos isso.

3. É isto que cria desconforto no PS local: o primeiro-ministro mentiu aos madeirenses e não quer cumprir com o que lhes prometeu.

4. Ainda assim, e contemplando as evidências, o PS local insiste em falsificar os números e manipular a população com informações falsas e mentiras propositadas, devidamente alimentadas a demagogia pueril de comunicado.

5. Tal não é novo: no último debate na ALM sobre o Novo Hospital, o PS também abordou o assunto com falsidades reveladoras de desespero e de ausência de coluna vertebral. Mas todos os partidos, do CDS ao PCP e ao BE, com excepção do PS, foram unânimes em considerar que os madeirenses estão a ser alvo de um embuste.

6. O comunicado socialista de hoje é apenas mais uma triste figura. E tal comportamento demonstra que os socialistas locais preferem prejudicar a Saúde dos madeirenses e dos porto-santenses do que enfrentar mais esta injustiça de António Costa e do governo de Lisboa.

7. A Madeira não precisa de políticos sem palavra, mas de políticos que assumam e cumpram o que prometem.

Funchal, 5 de Novembro de 2018

O Secretário-Geral do PSD/Madeira

(Rui Abreu)