• bannerSitePSDM3jan2020.jpg

O deputado Paulo Neves deu, hoje, na Assembleia da República, o exemplo do atual modelo “criado pelo governo do PSD da Madeira para os estudantes” como “um possível modelo a seguir pelo governo da República para todos os cidadãos da Madeira”.

Paulo Neves afirmou que, “com o atual modelo adotado pelo governo da Madeira, passou a ser possível os estudantes apenas pagarem a tarifa de estudante sem ser necessário adiantar a verba do subsídio do Estado”. Para o deputado madeirense, o governo da República poderia fazer o mesmo para todos os madeirenses.

Ainda na sua intervenção, perante o Ministro das Infraestruturas Pedro Nuno Santos, o deputado eleito pelo PSD/Madeira voltou a dizer que “também não devem ser as companhias aéreas a adiantarem o dinheiro do subsídio do Estado”.

Paulo Neves terminou afirmando que “o governo da República está a atrasar, há 4 anos, todo o processo de alteração ao atual modelo de subsídio de Mobilidade e que também nada fez para obrigar a TAP a baixar as tarifas de preços vergonhosos que aplica nas viagens para e da Madeira”.