• bannerSitePSDM3jan2020.jpg

O deputado do PSD/Madeira afirmou hoje na Assembleia da República que a ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, “empurrou com a barriga” até ao final do mandato o apoio à mobilidade marítima com a Madeira, depois de lamentar a falta de referência às regiões autónomas, na intervenção inicial da governante, na Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas.

Paulo Neves acusou a ministra de não respeitar a Constituição quando não apoia a ligação, por ‘Ferry’, com o Continente.

Outro exemplo da “má vontade” do governo da República é o Registo de Navios da Madeira “com o governo da República a apostar num novo Registo de Navios paralelo e sem qualquer sucesso”.
O deputado lembrou que o MAR é o terceiro maior registo da Europa, logo deveria ser este a merecer a prioridade do Governo.

O deputado contestou ainda o facto de a legislação portuguesa estar completamente desadequada às necessidades atuais. “A Madeira tem feito tudo para que o Registo de Navios continue a ser competitivo e o Governo da República não tem feito a sua parte”, disse.

Intervenção