• bannerSitePSDM3jan2020.jpg

Os deputados do PSD/M na Assembleia da República querem ver a questão do estudo dos ventos no aeroporto da Madeira resolvida o mais rapidamente possível.

Hoje, após uma visita ao Observatório Meteorológico da Madeira, o deputado Paulo Neves afirmou que os deputados Assembleia da República, eleitos pelo PSD/M, têm, “desde o início da legislatura, feito uma enorme pressão sobre várias instituições portuguesas para que façam todos os estudos que têm que ser feitos para o aeroporto".

O deputado lembrou que estamos a falar da operacionalidade daquela infraestrutura, que é “muito importante” para a Madeira, uma vez que “tem um impacto na mobilidade dos madeirenses” e na economia regional, já que a maior parte dos turistas chegam à Região através de avião.

Paulo Neves salientou que, na visita ao Observatório, foi possível perceber que “existe uma boa vontade” dos responsáveis regionais do IPMA (Instituto Português do Mar e da Atmosfera) e também por parte do Governo Regional. Recordou que o executivo madeirense até já se disponibilizou “para pagar tudo o que fosse necessário para termos aparelhos para fazerem as medições que têm que ser feitas,” com vista a resolver a questão da operacionalidade do aeroporto da Madeira.

Contudo, acrescentou, essa boa vontade não tem existido por parte de algumas instituições ao nível nacional. O deputado afirma que “há atrasos” e “aquilo que está a ser preparado agora já devia estar a ser preparado há mais tempo”. Isto porque “quanto mais rápido tivermos conclusões, melhor”.

“Não podemos continuar nesta quase ansiedade constante quanto à operacionalidade do aeroporto da Madeira”, disse. Paulo Neves salienta que os três deputados do PSD/M na Assembleia da República não são técnicos, mas, enquanto políticos, podem continuar “a pressionar para que aquilo que tem que ser feito seja feito e rapidamente”.