• bannerSitePSDM3jan2020.jpg

A deputada Sara Madruga da Costa desafiou o Governo da República a fazer o mesmo que a Madeira na questão da progressão nas carreiras. "Porque não seguem o bom exemplo da Madeira uma Região onde se vive um clima de diálogo e de concertação social com enfermeiros e professores?" A questão foi deixada à Ministra da Saúde, numa intervenção no plenário no debate que teve lugar esta tarde na Assembleia da República sobre o estado da saúde no país.

"A Sra. Ministra está aí sentada com o apoio do Partido Socialista, do Bloco de Esquerda e do Partido Comunista, os três partidos que não há dia em que não digam no parlamento que são os partidos da defesa dos trabalhadores, os partidos com sensibilidade social", disse.

O problema para a deputada madeirense, “é que estes partidos de esquerda têm apregoado uma coisa e feito outra”, uma vez que "ainda não conseguiram resolver no continente, o problema do descongelamento das carreiras dos enfermeiros e dos professores, problemas esses que um governo socialista de Sócrates criou".

Sara Madruga da Costa confrontou a Ministra da Saúde com “ o exemplo de uma governação do PSD, o exemplo do Governo Regional da Madeira” que “já resolveu o problema do descongelamento das carreiras dos enfermeiros e dos professores”, ironizando que foi um “um governo daquele partido que dizem que só é amigo dos capitalistas e que não tem sensibilidade social, que resolveu este e outros problemas".

Para a deputada social democrata a diferença entre este Governo socialista e o Governo Regional da Madeira é bem evidente, já que "há governos, como o seu que falam mas não fazem, há governos como o seu que prometem mas não cumprem e há governos do PSD que fazem e que cumprem".

Intervenção