• bannerSitePSDM3jan2020.jpg

O Ministro da Administração Interna pediu esta semana à Assembleia da República a prorrogação do prazo para responder às questões colocadas pelos Deputados do PSD que exigem ao Governo da República a consagração de um subsídio de insularidade aos elementos das forças e serviços de segurança que exercem funções nas Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores.

O pedido de prorrogação de trinta dias foi justificado “atenta a complexidade da informação solicitada que não é” de acordo com o Ministro “possível responder no prazo de trinta dias”.

Para Sara Madruga da Costa, “este pedido de adiamento revela uma vez mais a estratégia de Lisboa de adiar e não resolver os problemas dos madeirenses e porto-santenses: É da mais elementar justiça social que o Governo Central atribua um subsídio de insularidade a todos os elementos das forças e serviços de segurança a exercerem funções na Região Autónoma da Madeira.”