• bannerSitePSDM3jan2020.jpg

A deputada à Assembleia da República Sara Madruga da Costa reuniu com os dirigentes nacionais da Associação Nacional Autónoma da GNR.

Numa audiência na Assembleia da República com o Grupo Parlamentar do PSD, a deputada ouviu as preocupações da GNR que à semelhança das restantes forças de segurança, tardam em ser resolvidas pelo Governo da República.

Entre as principais preocupações da GNR contam-se a escassez de meios, a necessidade de restruturação dos postos territoriais e de descongelamento e de progressão das carreiras.

A Associação Nacional Autónoma da GNR referiu que “é por demais evidente que o sistema remuneratório dos Militares da Guarda Nacional Republicana, se encontra desajustado, daquilo que é a realidade nacional e internacional neste domínio e consequentemente frustrando legitimas expectativas dos seus quadros.

Além disso, a realidade retributiva da Guarda enferma de problemas com décadas de existência, que consequentemente levam a que militares abandonem cada vez mais a instituição, trocando-a por outras realidades da Administração Pública e pela oferta da iniciativa privada.

Cumpre assim e conforme referiu o vice-presidente da ANAG-GNR André Oliveira “a esta Associação socioprofissional, apresentar propostas sérias, justas e concretizáveis, para inverter o êxodo de militares qualificados da Guarda, para outras realidades, como acontece cada vez mais, nomeadamente na classe profissional de Guardas, onde são gritantes as injustiças retributivas, onde não existe nem expectativas de progressão, nem vislumbre de futuro melhor muito menos de retribuição digna.”