• bannerSitePSDM3jan2020.jpg

O Deputado Paulo Neves confrontou, hoje, na Assembleia da República, o Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, a propósito da Madeira ter sido excluída do Plano Nacional de Investimentos que o Estado projetou para a próxima década.

Uma exclusão que o deputado do PSD considera inaceitável, «tanto mais quando este Plano, que se diz nacional, contempla fundos avaliados em 22 milhões de euros, para 10 anos e aposta em áreas que são estratégicas para o desenvolvimento desta Região, concretamente no respeitante ao ambiente e à energia, mas, também, à mobilidade e às infraestruturas».

A Madeira, reforça Paulo Neves, «devia estar obrigatoriamente integrada neste Plano e nos projetos que aqui se apresentam, até porque existem áreas que carecem de ser entendidas globalmente, a bem do desenvolvimento futuro da nossa Região e, consequentemente, do nosso país», acrescentando que, «mais uma vez, fica demonstrado que o Governo da República – comandado pelo Partido Socialista, Bloco de Esquerda e PCP - coloca de lado a Região quando estão em causa fundos e projetos nacionais».


Refira-se que, na passada segunda-feira, o deputado madeirense já tinha abordado esta questão e deixado claro que o PSD vai continuar a fazer pressão para que esta situação venha a ser alterada.