• bannerSitePSDM3jan2020.jpg

Para a deputada Sara Madruga da Costa, no final da discussão na especialidade do Orçamento do Estado para 2019, “já não há quaisquer dúvidas, máscara deste Governo caiu, a estratégia de bloqueio do Governo da República à Madeira é clara, é evidente e já não engana ninguém”.

“Estamos perante um mau Orçamento para a Madeira, perante um Orçamento que por motivos políticos tenta a todo o custo asfixiar os madeirenses”.

A deputada madeirense afirma que“este Orçamento é apenas mais uma manobra na estratégia de ataque e de cerco do Governo da República à Madeira".

"E é por isso que o Governo deliberadamente não cumpre com nenhum dos compromissos assumidos com a Madeira, não cumpre com o financiamento prometido de 50% do novo Hospital da Madeira, brincando com a saúde dos madeirenses, não cumpre com a prometida redução da taxa de juro do empréstimo da Região, penalizando as famílias e as empresas madeirenses e não cumpre com o investimento prometido de 3,5 milhões de euros nas esquadras da PSP da Madeira".

Sara Madruga da Costa é também por isso que "não paga à Madeira, as dívidas de cerca de 18 milhões de euros dos subsistemas de saúde" e "adia a resolução do subsídio social de mobilidade," tentando "empurrar a conta para a Madeira", recusando-se "a pagar os meios aéreos de combate aos incêndios na Madeira e a assumir os custos da insularidade".

É, ainda por isso, insistiu, que Governo rejeita assumir o transporte marítimo de passageiros entre o continente e a Região e nega os custos do transporte de carga aérea.

Intervenção