• Capa_abril_Site-100.jpg
Notícias
  Quarta, 27 Julho 2016

A Comissão Política do PSD/São Martinho denunciou hoje as más opções do executivo da Junta de Freguesia, que se traduzem agora na delapidação do património local, com a eliminação de estruturas e dos espaços verdes no Centro Cívico.

Os social-democratas lembram que os serviços administrativos da Junta funcionam naquele edifício, através de protocolo, estando essas alterações a ser implementadas sem autorização das entidades competentes e dos proprietários do mesmo. “Não só se altera a sua configuração original, como se amputam as áreas verdes que lá existiam”, refere Daniel Sousa, arqueólogo e um dos responsáveis da Comissão Política de Freguesia.
“Numa tentativa de inovar, o executivo liderado pelo Eng.º Caldeira inventa, realizando ações “sem dar cavaco às entidades competentes, na prepotente ótica do “quero, posso e mando” que parece, de facto, ser a missiva do autarca”, afirmou.

Daniel Sousa sublinha que “o executivo da Junta de Freguesia de São Martinho tem-se pautado por uma postura ambígua em relação aos seus projetos, fazendo alarido desmedido com as suas iniciativas, todas elas rotuladas de inovadoras e exclusivas”. Porém, estas “não passam de manifestações falsas e trafulhas que tentam deturpar a história e o legado social-democrata na freguesia”.

A comissão política garante que tanto os autarcas do PSD como a população estão atentos a esta e a outras situações que ocorram na freguesia e repudia veemente a atuação que a dita “Mudança” tem trazido a São Martinho.