• Capa_abril_Site-100.jpg
Notícias
  Sábado, 4 Junho 2022

Na véspera do Dia Mundial do Ambiente e da semana em que se comemora o Dia Mundial dos Oceanos, o Grupo Parlamentar do PSD visitou, hoje, no âmbito do Roteiro da Juventude, uma das embarcações atracadas na Lota do Funchal para sublinhar não só o facto da Região assumir, atualmente, um papel de liderança nas questões ambientais como, também, a cada vez maior participação ativa dos mais jovens nesta liderança. Jovens que, conforme destacou o deputado Bruno Melim, têm sido verdadeiros agentes transformadores da mudança, liderando temas como a preservação do meio ambiente e da biodiversidade dos mares, assim como, também, o combate ao lixo marinho e os desafios decorrentes das alterações climáticas.

“Hoje, a Região tem práticas, nomeadamente no que diz respeito a estas matérias, que devem orgulhar os mais jovens e que decorrem, também, da sensibilização levada a cabo nas nossas Escolas” afirmou, a este propósito, o deputado, lembrando a existência de inúmeros projetos europeus que envolvem, sensibilizam e motivam a juventude madeirense para a mudança no paradigma ambiental e deixando claro que, ao longo dos últimos anos, os jovens da Madeira e do Porto Santo têm não só procurado formação e literacia nas componentes ambientais como têm assumido, na sociedade, um papel determinante nesta matéria. Isto sem esquecer o importante contributo “que as Associações e mesmo as empresas têm assumido na formação e na sensibilização dos seus quadros”, nota.

Efetivamente, reforça, “assistir a esta mudança e a esta liderança é a concretização de que não temos uma Europa a duas velocidades e de que só somos ultraperiféricos naquilo que são as distâncias geográficas, até porque os nossos jovens estão na liderança destes temas”, acrescentando que discussões em matérias como a descarbonização e a redução das emissões de CO2, entre muitos outros, são hoje temas nos quais os jovens da Madeira, mas também do País e da Europa, têm assumido a liderança.

“As novas gerações estão, hoje, mais preparadas e sensibilizadas para estas questões e têm um efetivo contributo a prestar para que, em conjunto com as autoridades governamentais, possamos continuar a fazer da Madeira uma Ilha mais verde, mais sustentável e com mais condições de futuro”, frisou, ainda, Bruno Melim, evidenciando a importância de projetos como a Reserva Natural das Ilhas Selvagens ou da renovação do capital natural da Região como exemplos de uma estratégia bem-sucedida que tem vindo a ser desenvolvida e deve continuar, cujo saldo é positivo.