• Capa_abril_Site-100.jpg
Notícias
  Quinta, 3 Março 2022

“Falar de património é falar também de restauro e daqueles que se dedicam, com o seu trabalho, a recuperar partes da nossa história, seja em dar uma nova vida a gravuras gastas e apagadas ou a objetos e relíquias destruídos pelo tempo”, afirmou o deputado do PSD Nuno Maciel.

A este propósito, o Grupo Parlamentar do PSD visitou duas empresas deste setor, a ISOPO e a ELAS, no âmbito do Roteiro de Proximidade sobre Cultura, cujos profissionais já estiveram envolvidos nos diversos trabalhos de restauro que têm sido desenvolvidos na Região nos últimos anos. Alguns deles de enorme envergadura, tal como referiu o deputado, como são disso exemplo ‘os tetos mudéjares da Sé do Funchal, um trabalho aplaudido e admirado por todos os que já tiveram oportunidade de visitar” ou ainda o magnífico trabalho de restauro que está a ser realizado no Convento de Santa Clara, tanto ao nível do património imóvel como móvel.

“Todo este trabalho requer profissionais qualificados, a Madeira é uma Região que detém um património vastíssimo que importa valorizar e tem sabido aproveitar o know-how destas pessoas para preservar e conservar um dos seus bens mais preciosos, a sua história, refere Nuno Maciel, destacando o investimento do Governo Regional realizado nesta área do restauro, que já permitiu, inclusive, por a descoberto verdadeiras obras de artes, até então escondidas.

Investimento público que, segundo o deputado, serve de incentivo ao surgimento e desenvolvimento de novas de empresas de uma área muito específica como é esta do restauro, possibilitando a criação de novos postos de trabalho, o que, conforme realçou, não só é bom para a economia regional como também para a oferta de profissionais neste setor.