• Capa_abril_Site-100.jpg
Notícias
  Terça, 22 Fevereiro 2022

O Grupo Municipal eleito pela coligação PSD/CDS Juntos Somos Machico acusa o Executivo Municipal de querer “fechar” o concelho de Machico, retirando-lhe dinâmica e competitividade e prejudicando, gravemente, o comércio local e todas as famílias que, no concelho, dependem desta atividade. Em causa, conforme explica Norberto Ribeiro, está a proposta de deliberação hoje aprovada, em sede de Assembleia Municipal, que promove o encerramento das estradas no centro de Machico, uma decisão que considera “inaceitável e altamente prejudicial para os comerciantes, tanto mais nesta fase de recuperação económica que, mais uma vez, é coartada pela Câmara”. Uma Câmara que, reforça, “não só falha nos apoios que deveria conceder como impõe, deliberadamente, medidas que são contraproducentes ao desenvolvimento deste setor”.

Conforme sublinha, “não podemos aceitar que este Executivo esteja mais interessado em seguir a sua teimosia do que em ouvir e ir ao encontro do que a população de Machico defende”, indo mais longe ao afirmar que o Grupo Municipal eleito pelo PSD/CDS “irá até às últimas consequências para travar esta decisão, inclusive recorrendo a providencias cautelares se for necessário”.

“É grave que este Executivo Municipal seja completamente insensível à opinião dos cidadãos e que até se dê ao luxo de ignorar um abaixo-assinado com mais de 2.500 assinaturas que apontava em sentido contrário a esta decisão, mas ainda é mais grave que o Presidente da Junta de Freguesia de Machico se tenha feito representar nesta Assembleia para fugir à votação, num ato de traição à população que lhe confiou o mandato e para a qual governa a 50%”, remata Norberto Ribeiro.