• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Segunda, 19 Outubro 2020

Proposta Social-democrata foi aprovada, pese embora a abstenção da coligação Confiança, numa oportunidade em que a representante do Executivo Municipal do Funchal deixou a Assembleia Municipal sem resposta quanto ao número de pessoas que já foram retiradas da rua ou integradas com sucesso

Pese embora a abstenção da Coligação Confiança, a proposta do PSD tendente a criar a Casa “(Re)começos” foi nesta manha aprovada em Assembleia Municipal Extraordinária, numa decisão que deixa os Social-democratas satisfeitos, sobretudo porque se trata “de uma resposta que faltava na cidade” relativamente às Pessoas em situação de Sem-Abrigo.

Decisão que, conforme destaca a deputada municipal Vera Duarte, “representa um passo importante para que o Município do Funchal assuma responsabilidades que tem descurado nesta área e olhe para o problema na sua origem, ao contrário do que tem feito, promovendo medidas avulsas que não têm surtido o efeito desejado e apenas têm protelado o problema”.

Vera Duarte que, na sua intervenção, fez questão de explicar que a Casa (Re)começos” pretende ser uma estrutura que contempla albergue e casa de transição, assumindo como bandeira um trabalho de parceria e em rede, diferenciador e acima de tudo respeitador das escolhas de cada um. No fundo, vincou, “esta nova resposta pretende acolher as Pessoas em situação de Sem-Abrigo para, depois, promover de forma pedagógica e individualizada, a sua reintegração”.

“O que foi feito até agora é manifestamente insuficiente, são medidas avulsas que não se focam no problema e aquilo que esperamos desta autarquia é ação e ousadia para mudar a nossa cidade, na base de uma resposta comum e articulada que só não se concretiza se não houver vontade política”, rematou, por fim, a deputada municipal, que, aquando da sua alocução, lançou ainda o apelo para que os responsáveis pelo Executivo saiam à rua e conheçam a realidade, em vez de se limitarem a implementar medidas sem retorno ou efeito para quem delas mais precisa.

Acresce referir que o PSD ainda verá discutidas, ao longo desta manhã, mais propostas que apresentou na área da segurança e do reforço do policiamento, da reabilitação urbana e arrendamento jovem, da inclusão social e do apoio ao comércio local e aos pequenos comerciantes.