• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Quinta, 1 Outubro 2020

“Na altura em que os nossos empresários merecem ser apoiados e reconhecidos no seu esforço e resistência, é lamentável que se tenha recusado a implementação daquele que seria um mero reconhecimento simbólico a todos os que, nesta Freguesia, não desistiram nem desistem de prestar o seu contributo ao necessário desenvolvimento económico e social”. É desta forma que os Social-democratas de São Martinho comentam o chumbo da proposta ontem apresentada, em Assembleia de Freguesia, para a criação de um Prémio ao Empresário Jovem, a atribuir, anualmente, pela Junta de Freguesia Local, iniciativa essa que, sublinham, “não só valorizaria o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido em prol da economia local, como serviria de incentivo aos mais jovens que têm em mente desenvolver novos negócios a favor de São Martinho”.

“É incompreensível”, reforçam, acrescentando que esta “é mais uma clara contradição por parte de uma Junta que diz colocar em primeiro lugar as pessoas e que, na primeira oportunidade, lhes vira as costas, chumbando uma ideia que não seria incomportável de assumir, especialmente perante as dificuldades que se agravaram devido à pandemia.

"Estamos perante um Executivo esgotado e preguiçoso, um Executivo que em vez de aproveitar estas ideias e estes contributos construtivos e meter mãos à obra, prefere o comodismo de ficar de braços cruzados à espera que outros façam o seu trabalho", vincam.

Social-democratas que, em sentido oposto, fizeram aprovar, por unanimidade, um Voto de Saudação a propósito da ampliação do Centro de Saúde Dr. Rui Adriano de Freitas, uma intervenção que o PSD reitera “vital para a Freguesia de São Martinho”, vindo dotar o Centro de Saúde de melhores acessibilidades internas e renovadas condições para prestar um melhor serviço aos seus utentes, saudação essa que se estende aos profissionais da instituição.