• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Sábado, 26 Setembro 2020

“Temos de estar preparados para vencer em 2021 e essa vitória também depende da nossa capacidade de adaptação às novas realidades e às exigências do nosso eleitorado”. A afirmação é do Secretário-Geral do PSD/M, José Prada, que, neste sábado, presidiu à abertura da formação autárquica que percorrerá as dez freguesias do concelho do Funchal, até ao final do mês de outubro, tendo por objetivo dotar as Comissões Políticas de Freguesia e todos os militantes e simpatizantes do Partido que integram as campanhas eleitorais, de novas competências, pessoais e profissionais.

Uma formação que, liderada pela Comissão Política Concelhia do Funchal, é composta por um painel especificamente direcionado aos comportamentos e ao contacto direto com a população e, outro, focado nas competências técnicas na função autárquica, contando, para esse efeito, com a participação de autarcas Social-democratas que exercem o seu papel na vereação da Câmara Municipal do Funchal e ao nível da Assembleia Municipal mas, também, em termos de Juntas e Assembleias de Freguesia.

“Temos grandes desafios pela frente e a verdade é que o investimento na formação e a promoção da partilha de experiências entre os nossos militantes acrescenta, sempre e sem dúvida, valor ao nosso Partido”, disse, na oportunidade, o Secretário-geral, sublinhando que é deste tipo de iniciativas que também resulta a necessária valorização e mobilização interna rumo às Autárquicas do próximo ano.

José Prada que, na ocasião e lembrando que o PSD é um partido vencedor há mais de quarenta anos e que essa resistência está diretamente associada à forma como os militantes encararam e souberam fazer parte das transformações, apelou a que todos, sem exceção – nos seus diferentes papéis, mas, particularmente, no terreno – saibam ouvir a população, estar presentes e defender, em todas as circunstâncias, aqueles que são os interesses da população, num trabalho que é fundamental para a vitória em 2021.

Acresce referir que esta primeira ronda formativa deve chegar aos 250 participantes, estando quase certa a promoção de mais ações desta natureza, até ao final do ano.