• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Sábado, 30 Maio 2020

São cinco milhões de euros, que vão diretamente para as famílias que tenham sido afetadas por perda de rendimento.

Este é o valor do fundo de emergência de apoio social, criado pelo Governo Regional, através da Secretaria de Inclusão e Cidadania.

Uma iniciativa que o grupo parlamentar do PSD quis evidenciar, numa deslocação à Casa do Povo da Camacha, uma das 16 entidades, ligadas à solidariedade social, que são parceiras na implementação do fundo nos respetivos concelhos, reconhecendo o Governo, desta forma, o papel fundamental que as IPSS têm tido no apoio às famílias.

“Esta é uma medida que complementa outras ao nível do apoio às pessoas carenciadas”, afirmou o deputado Rafael Carvalho, salientando que esta ajuda é direcionada para pessoas que tinham a sua vida organizada, mas que, por via do desemprego ou do lay-off, ficaram numa situação de maior fragilidade financeira, podendo ser aplicada, inclusivamente, a profissionais liberais.

O apoio tem por finalidade ajudar nas despesas correntes das famílias, aquisição de bens necessidade, pagamento de medicamentos ou consultas, rendas de estudantes, entre outras situações.

No caso do concelho de Santa Cruz, está prevista uma verba de 450 mil euros. Cerca de 400 famílias já se candidataram a este apoio, tendo já sido contempladas, até hoje, 55.