• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Segunda, 25 Maio 2020

No dia em que Santana celebra o seu 185º aniversário, os Social-democratas defendem um concelho mais aberto ao investimento e à criação de emprego, mais atento aos jovens e muito mais solidário

“Mais do que discutir nomes neste dia, importa é que as pessoas do nosso concelho se sintam ouvidas e apoiadas nas suas necessidades, assim como também confiantes num futuro que implica grande responsabilidade, determinação e capacidade transformadora”. Uma visão partilhada, hoje, pelo PSD Santana, na data em que o Município celebra o seu 185º aniversário, uma data que deve servir, acima de tudo, “para homenagear os cidadãos do concelho e refletir acerca de novas ideias para o futuro, ideias essas que podem ir muito mais além do que têm ido, a favor da nossa população”.

E isto porque, conforme destacam, o potencial que Santana apresenta, na atualidade, exige outra visão e uma estratégia clara que, reforçando o investimento e a capacidade de gerar emprego no concelho, seja simultaneamente mais atenta aos jovens, dando-lhes novas oportunidades e mais interventiva junto da população idosa, que mais do que nunca obriga a novas respostas sociais.

“Santana precisa de apostar num novo modelo de desenvolvimento que, assente no turismo, preserve e rentabilize os seus recursos naturais, assim como precisa de uma aposta decisiva na criação de novas oportunidades de negócio que dinamizem a economia local e que fixem as populações”, defende o PSD, ao mesmo tempo que “precisa de políticas sociais ativas e coordenadas com as já existentes, como forma de abranger todos quantos necessitam de apoio e de aproveitar os recursos disponíveis para o investimento que é ainda necessário fazer em todas as seis freguesias do concelho”.

Um novo modelo de desenvolvimento “que exige liderança, mas, também, capacidade de olhar para o concelho como um todo, encontrando novas respostas em conformidade com as necessidades que, sendo distintas de freguesia para freguesia, obrigam a uma atenção especial, ainda mais redobrada perante a crise que a Região enfrenta decorrente da pandemia”, sublinham.

"A maior homenagem que podemos prestar à história do nosso concelho é saber preservá-la para o futuro, empenhados num percurso que seja bem melhor e mais solidário para quem aqui vive e muito mais atrativo para quem dele queira vir a fazer parte", concluem.