• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Segunda, 11 Maio 2020

Deputado insiste na suspensão temporária das taxas aeroportuárias praticadas nos Aeroportos da Região

“Um destino que é de excelência e que em muito tem contribuído para a notoriedade do País não pode, nesta altura, ser esquecido ou ficar à margem da estratégia nacional e dos apoios que estão a ser preparados para que a recuperação do setor do Turismo e é isso que os deputados do PSD/M eleitos à Assembleia da República têm defendido e continuarão a defender, junto do Estado Português”. A afirmação é do deputado Paulo Neves que, hoje, relembrou a importância de o Governo da República apoiar a recuperação económica da Madeira nesta fase e, concretamente, do setor do Turismo, um dos seus pilares estratégicos, através de todas as medidas excecionais que forem definidas para o progressivo regresso à normalidade.

“Aquilo que defendemos é que a Madeira e o Porto Santo não fiquem atrás nem fora do que for feito, no plano nacional, para a recuperação deste setor tão afetado pela pandemia COVID-19 e, nessa lógica, o Governo da República tem de estar sensibilizado para garantir que a Região faça parte de todos e quaisquer planos e medidas que venham a ser aprovadas mas, também, para acolher as propostas concretas que, sendo úteis e viáveis, revertam a favor deste objetivo, como é o caso daquelas que temos vindo a apresentar”, explica o Social-democrata, aludindo, neste caso, à proposta que foi submetida, recentemente, ao Governo Português, tendo em vista a suspensão temporária das taxas aeroportuárias que são praticadas nos Aeroportos da Região.

Uma medida que “é justa, necessária e útil para que os Aeroportos da Madeira e do Porto Santo reforcem a sua competitividade e tenham maior capacidade para reconquistar as companhias aéreas que operam para o nosso destino e para atrair novas companhias”, conforme destaca, realçando que esta solução não só corresponderia ao que as próprias companhias aéreas defendem, como permitiria que o nosso destino não ficasse atrás de outros aeroportos concorrentes que já tornaram público a intenção de seguir esta opção de suspensão tarifária.

Paulo Neves que, ainda no respeitante à estratégia nacional para a recuperação da indústria turística, apela a que o Governo da República invista e aposte, de forma decisiva e a par da promoção externa, "no turismo interno, de modo a que os Portugueses optem por visitar, este ano, o território nacional – e, naturalmente, a Madeira – e se assumam como verdadeiros atores desta recuperação, ao contribuírem para o setor e para a economia nacional".