• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Sábado, 1 Fevereiro 2020

O Conselho Regional dos TSD/M – Trabalhadores Sociais Democratas da Madeira reuniu, hoje, dia 1 de fevereiro, na Sede Regional da Rua dos Netos, visando a análise e a aprovação dos novos Estatutos e dos Regulamentos Eleitoral e de Disciplina desta estrutura. Estatutos que foram aprovados, por unanimidade, por mais de meia centena de membros que marcaram presença, nesta reunião.

A aprovação destes Estatutos – que sofreram a sua revisão mais substancial desde a criação da organização, na década de 80 – abre espaço para que os TSD/Madeira possam simplificar os mecanismos associados ao seu funcionamento, criando-se as bases necessárias para que esta estrutura possa abrir-se à sociedade, adaptar-se às novas exigências do mundo laboral, integrar mais classes profissionais e contribuir para que, nas relações de trabalho, tanto na administração pública quanto no setor privado, haja mais humanização e valorização dos recursos humanos.

Destaquem-se, entre as principais alterações, o facto destes novos Estatutos permitirem, pela primeira vez, a integração dos trabalhadores por conta própria nos TSD/Madeira, trabalhadores que passam, assim, a ser mais apoiados e melhor aconselhados nas suas relações e direitos laborais.

Paralelamente, torna-se possível a extensão dos TSD/Madeira a todos os concelhos da Região, com concelhias próprias, assim como também passa a ser viável a inclusão, nesta estrutura, dos Núcleos empresariais, ou seja, profissionais de empresas que também queiram fazer parte da organização.

À luz dos novos Estatutos ora aprovados, estão também garantidas as condições necessárias para que se reforce o apoio e o acompanhamento aos mais jovens, nos primeiros passos que estes dão no mercado de trabalho, assim como passa a ser possível, conforme objetivo assumido pela nova Direção, a promoção de uma seção laboral para as pessoas aposentadas. Pessoas que, não tendo problemas relacionados com o trabalho, têm, sim, necessidades que são comuns e transversais às várias profissões e que, a partir de agora, passam a contar com um apoio até então inexistente.

Refira-se, por fim, que esta revisão foi concretizada de forma transparente e partilhada entre todos os membros dos TSD/Madeira. A sua aprovação, por unanimidade, acaba por ser, aliás, um claro sinal de que esta estrutura está unida e mobilizada em torno de um objetivo comum e pronta a dar continuidade a um trabalho que, de forma ativa, responsável e em diálogo permanente e concertação, visa a dignificação e maior valorização das relações de trabalho, na Região.