• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Sexta, 24 Janeiro 2020

Foi na audição parlamentar à Ministra da Coesão Territorial, no âmbito da discussão na especialidade do Orçamento de Estado para 2020, que o deputado eleito pelo PSD/M à Assembleia da República, Paulo Neves, insistiu, mais uma vez, na necessidade do Estado Português “olhar para a Região Autónoma da Madeira como fazendo parte do todo nacional e para que se respeite a Constituição Portuguesa, que é muito clara, quando defende o principio da continuidade territorial”.

Um alerta que o deputado madeirense deixou na sua interpelação à Ministra, sensibilizando-a para que, também na sua área de intervenção, possa contribuir para que a coesão nacional seja alvo de uma atenção especial e redobrada, por parte do Governo da República, na presente Legislatura.

“Seja do ponto de vista da mobilidade tecnológica, da mobilidade aérea ou marítima, há promessas que estão por cumprir e que não podem continuar a ser descuradas”, afirmou, na ocasião, o deputado Social-democrata, reiterando que “cumprir com a coesão territorial é respeitar a Constituição Portuguesa quando esta se refere ao Princípio da Continuidade Territorial e é isso que se espera de um Governo da República que, infelizmente, tem falhado ao não cumprir as suas obrigações, na promoção da desejada coesão, entre a Madeira e o continente português”.