• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Terça, 26 Novembro 2019
Em mais um encontro com os Militantes, desta vez no concelho de Santana, Miguel Albuquerque sublinhou a necessidade do PSD/M manter-se unido, mobilizado e próximo às populações, de forma a preparar, em crescendo e com sucesso, os desafios eleitorais que se avizinham, concretamente as Autárquicas em 2021.
Desafio que, conforme explicou, “carece de ser partilhado entre todos os militantes do Partido, mas, também, com aqueles que esperamos envolver, desde já e nos próximos tempos, naquele que é nosso projeto social-democrata”, referindo-se, neste caso em particular, aos mais jovens. Novas gerações que, no seu entender, têm um papel essencial a desenvolver no PSD, sobretudo na perspetiva de adequar o Partido às novas realidades e preocupações que a juventude atualmente apresenta e “que, aqui, no nosso Partido, podem e devem ter voz ativa e uma base de promoção e realização”.
“Se estivermos unidos e se continuarmos a colocar, sempre e em todas as circunstâncias, os interesses da Região em primeiro lugar, certamente que voltaremos a ser a escolha do nosso povo em 2021, cumprindo, em paralelo, todos os nossos compromissos, na governação, até 2023”, vincou o Presidente do PSD/M.
Miguel Albuquerque que, agradecendo o extraordinário contributo de todos os militantes para as três vitórias alcançadas neste ano que agora finda - e particularizando o caso de Santana, onde o PSD tem vindo a recuperar o eleitorado - fez questão de sublinhar, mais uma vez, “a capacidade de resistência, a entrega, o empenho e os valores que distinguem o PSD das demais forças políticas e que fazem, deste Partido, um Partido vencedor há 43 anos”, apelando a que todo o trabalho desenvolvido, em 2019, “seja agora continuado e reforçado, para o futuro, até para que, em conjunto, possam ser garantidas mais vitórias, não só para o PSD mas, acima de tudo, para todos os Madeirenses e Porto-Santenses”.
Dirigindo-se aos presentes, o líder dos Social-democratas garantiu que o Programa de Governo que foi aprovado para Santana será “integralmente cumprido nesta legislatura” e afirmou, ainda, que algumas das grandes obras que estão a decorrer, atualmente, na Madeira, são precisamente neste concelho. 
Refira-se que este foi o sétimo encontro realizado, depois da Ribeira Brava, Câmara de Lobos, Ponta do Sol, Santa Cruz, Calheta e Machico. Encontros que prosseguem amanhã, dia 27 de novembro, no Porto Moniz e em São Vicente, em mais uma semana de intenso trabalho que termina com a realização do Congresso dos Trabalhadores Social-democratas, no sábado, dia 30.