• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Quarta, 6 Novembro 2019

O Vice-Presidente do Governo Regional afirmou hoje, no encerramento das Jornadas Parlamentares do PSD, que, tal como os parlamentos têm por principal atividade fiscalizar a ação governativa, o executivo madeirense vai também “fiscalizar, nos próximos quatro anos, aquilo que o Primeiro-Ministro prometeu durante a campanha eleitoral”.

“O Governo Regional, por muito bom diálogo que queira encetar e que queira imprimir a este relacionamento [com o Governo da República], não vai deixar de exigir as promessas que foram feitas a toda a população”, garantiu Pedro Calado.

Sobre o programa de Governo, que vai à discussão na Assembleia Legislativa na próxima semana, o Vice-Presidente afirmou que este vai permitir continuar a assegurar o crescimento económico, com muito rigor, sustentabilidade e com ambição.

Trata-se, de acordo com Pedro Calado, de um programa que vai ao encontro daquilo que foi transmitido pela população, em que “não há uma única área que tenha sido esquecida” e que garante a estabilidade governativa para os próximos quatro anos. Isto sem comprometer o trabalho feito no anterior mandato.

Pedro Calado lembrou a redução da dívida pública, a redução da taxa de emprego e os incentivos à economia e à captação de investimento, além da reposição de carreiras e atualização de vencimentos e da melhoria das condições de vida de toda a população”. “Este trabalho é para se manter, é para continuar, mas é para fazê-lo com responsabilidade”, afirmou, salientando que, ao contrário do que acontece ao nível nacional, “na Madeira, nós prometemos, executamos e pagamos”.