• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Segunda, 30 Setembro 2019

Cláudia Aguiar questiona comissão sobre os riscos e medidas de prevenção

Atendendo ao peso e à importância vital que a cultura da Banana da Madeira representa para a economia regional e para os cerca de 2.900 produtores existentes na Região, a eurodeputada Cláudia Monteiro de Aguiar questionou, por escrito, a Comissão Europeia acerca das medidas que pretende tomar para fazer face aos impactos do Fungo Fusarium oxysporum ou Tropical Race 4 (TR4), altamente perigoso para esta produção.

“Confirmada a chegada do fungo ao continente americano, em agosto deste ano, impõe-se saber quais as medidas de prevenção e combate que a Comissão Europeia está a desenvolver, juntos dos países afetados, bem como impacto económico que terá a disseminação do fungo na produção europeia e, em particular na Região Autónoma da Madeira”, sublinha a Eurodeputada, referindo que, de acordo com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), o Fusarium oxysporum ou Tropical Race 4 (TR4) pode contaminar mais de 80% das espécies de banana atualmente cultivadas e levar à perda da totalidade das plantações.

Apesar de não haver risco para a saúde humana, esta fruta, cultivada em 130 países, é o alimento básico de milhões de pessoas e é uma das principais atividades agrícolas das regiões ultraperiféricas da União Europeia, como a Madeira, sendo a sua produção essencial para o desenvolvimento socioeconómico destas regiões.

Ainda segundo a FAO, a prevenção e as medidas fitossanitárias são as formas mais eficazes de controlar a doença, bem como a diversificação e o melhor uso de recursos genéticos disponíveis para criar resiliência à doença a longo prazo.