• Captura de ecrã 2019-08-29, às 17.15.49.png
Notícias
  Segunda, 9 Setembro 2019

“As pessoas sabem que podem confiar no PPD/PSD, até porque sabem que fomos nós que fizemos a revolução tranquila da Madeira, primeiro com Alberto João Jardim e, mais recentemente, com Miguel Albuquerque, criando as melhores respostas e indo ao encontro das nossas populações”.

A afirmação é de Valter Correia que, no palco, deu vários exemplos daquilo que foi uma governação social-democrata a favor das populações. Lembrou o acesso à saúde e à educação que foram conquistados, ao longo dos últimos 43 anos, por oposição às governações socialistas que só trouxeram a desgraça para o país e para o bolso dos Madeirenses e Porto-Santenses.
Numa alusão às governações desastrosas de Mário Soares, de António Guterres e de José Sócrates, “o legado do Partido socialista que tanto custou a todos os Madeirenses e Porto-Santenses”, Valter Correia disse estar certo que não é esse o caminho que o povo quer para o futuro.

Por isso, lembrou a importância de obter uma vitória com maioria a 22 de setembro, no único partido capaz de garantir um rumo e um futuro melhor para todos: o PSD/Madeira.

“Nós nunca vamos fazer alianças com comunistas, com partidos que já deram provas do que sabem fazer, que é semear a miséria no mundo”, rematou o candidato, sublinhando que é também contra isso que toda a população deve lutar, em nome do desenvolvimento e do progresso que não passa pelas mãos da esquerda.