• Captura de ecrã 2019-08-29, às 17.15.49.png
Notícias
  Domingo, 8 Setembro 2019

A Candidatura do PSD às Eleições Regionais de 22 de setembro esteve hoje no porto do Caniçal para falar das Pescas, uma atividade extremamente importante “devido ao sustento que dá a muitas famílias”, conforme salientou André Moreira.

O candidato salientou que esta é também uma atividade que tem crescido nos últimos anos, só em 2019, em comparação com 2018, já há um aumento superior a 45% no pescado descarregado.

Dados muito positivos que, segundo André Moreira, são também o reflexo do empenho e do apoio do Governo Regional do PSD, “que tem contribuído para a valorização da arte da pesca”, não só na Região, mas também fora dela, destacando a conquista da pesca do atum rabilho, que apenas podia ser pescado enquanto pesca acessória, passando a ser possível a pesca dirigida, a pesca da Gata, que era proibida e que agora pode novamente ser realizada, e o aumento da quota da captura de pescado.

Tudo isto, sublinhou, indo ao encontro das aspirações dos nossos pescadores e armadores, mas também criando condições para aumentar o rendimento das famílias que dependem desta atividade.

Isto além de vários apoios que são concedidos pelo Governo Regional, como a ajuda ao gasóleo, a redução da taxa de lota para industriais, entre outros.

André Moreira destacou ainda a melhoria ao nível das infraestruturas, como são disso exemplo o porto do Caniçal e a remodelação do Posto de Receção de Pescado do Porto Moniz.

Para os próximos quatro anos, o candidato afirmou que existem mais desafios e mais objetivos para melhorar o setor das pescas, Entre eles, a renovação da frota pesqueira, a modernização dos entrepostos com reforço do frio proporcionando maior capacidade de congelação e aumentar a capacidade de produção de gelo, o apoio aos fatores de produção da pesca, a continuidade ao investimento nas infraestruturas e ao projeto Lota Ambulante, a aposta na formação dos pescadores e no reforço dos meios humanos e a possibilidade da rastreabilidade e qualidade alimentar, com a conclusão da nova Lota do Funchal.

Há, assim, de acordo com André Moreira, uma clara aposta do Governo Regional em dotar esta atividade das melhores condições possíveis, tornando-a mais atrativa e rentável, melhorando a qualidade de conservação do peixe descarregado e proporcionado meios para o crescimento do setor.