• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Quinta, 5 Setembro 2019

Na sua intervenção, Rui Marques fez questão de sublinhar que, as únicas obras realizadas e em curso, neste concelho, são da responsabilidade do Executivo Regional, ao contrário das afirmações do executivo camarário que fala de falta de investimento público por parte do Governo Regional.

“Se não fosse o Governo Regional, não havia obras públicas neste concelho”,  vincou, lembrando a obra de consolidação dos taludes da E.R. 222, nos sítios dos Moledos e dos Fregueses Novos e a reconstrução do muro de suporte na E.R. 226 na Vila.

Rui Marques recordou, ainda, a remodelação e ampliação do armazém da banana na Vila da Ponta do Sol e a construção do Caminho Florestal entre os Canhas e o Pinheiro, para além das intervenções que se encontram em curso, nomeadamente a obra de requalificação do Cais e do Centro de Dia.
E, neste enquadramento, constatou: “quem transformou a Madeira e quem tem o melhor projeto para governar é o PSD”, alertando os presentes para que não se deixem iludir por falsas promessas, e para que não deixem que aconteça, à Madeira, o que está a acontecer à Ponta do Sol, onde se vive uma “autêntica estagnação”.
Rui Marques garantiu e reforçou, publicamente, o seu compromisso com os residentes daquele concelho, aproveitando a ocasião para destacar as razões para votar no PSD/Madeira, a 22 de setembro, exemplificando com o investimento público, e com as medidas sociais e de apoio às famílias Madeirenses e Ponta-Solenses implementadas pelo Governo do PSD durante este mandato, nomeadamente o Programa Kit Bebé, a redução dos passes socais, a redução das mensalidades das creches e a redução dos impostos, par as empresas e famílias.
“O projeto do PSD, deste Governo Regional e da sua equipa, toda a gente conhece. Alguém conhece quem vai cuidar da nossa saúde, da nossa educação, da nossa obra social. É um tiro no escuro apostarmos no Partido Socialista”, rematou.