• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Quinta, 29 Agosto 2019

Para o turismo as linhas estão traçadas. Se nos últimos quatro anos a Madeira atingiu os melhores patamares de excelência a todos os níveis, isso ficou a dever-se a um maior investimento na promoção da Madeira enquanto destino turístico e ao trabalho desenvolvido com os operadores, agentes e hoteleiros, o que permitiu que atualmente existam 50 companhias aéreas a operar para a Região, disse hoje Miguel Albuquerque durante a apresentação do programa eleitoral do PSD/M às eleições regionais de 22 de setembro.

No próximo mandato o investimento será para continuar e reforçar. “Queremos alargar o calendário de animação turística, diversificar a oferta e melhorar e potenciar as novas tecnologias ligadas ao sector. A ideia é reforçar o investimento na promoção, essencial na captação, sobretudo, de novos mercados, como é o caso do norte-americano.”

Na Educação e na Cultura, e no Desporto, continuou Miguel Albuquerque, o PSD vai assegurar que os profissionais de educação continuem a ter carreiras dignas e que os estudantes sejam apoiados. O investimento na rede escolar será uma realidade, assim como o reforço ao apoio em manuais, na robótica, em salas do futuro ligadas às novas tecnologias, desde o ensino básico até o 12º.  E a partir do próximo ano, as mensalidades do pré-escolar serão reduzidas em 40%, à semelhança daquilo que atualmente acontece nas creches.

Também serão criadas residências universitárias em Lisboa e no Porto para os estudantes madeirenses, que terão acesso a residências a preços reduzidos. Será, igualmente, criada uma bolsa de estudo especifica para as Artes, destinada a jovens de grande talento que queiram estudar no estrangeiro, designadamente em Londres ou nos Estados Unidos da América. “Será uma Bolsa de Estudo reforçada”, cujo valor será mais elevado para fazer face às despesas. Porque “tendo estes jovens de grandes qualidades, não vamos perder estes talentos por insuficiência económica”, afirmou.

Albuquerque comunicou que será criado um “Fundo Universitário da Madeira” para apoiar os jovens estudantes madeirenses em situação de dificuldade, e que os Programas ‘Estágio de Verão’ e o ‘Trabalho do Jovem em Formação’, que têm sido um sucesso, são para continuar, já que esta é “uma experiência decisiva para os jovens estudantes universitários que entram pela primeira vez em contacto com o mundo do trabalho” e “com a vida económica real.”

No desporto é importante continuar a apostar na formação desportiva dos mais jovens, melhorar infraestruturas desportivas e apoiar as diversas modalidades.

O apoio à cultura, por seu turno, passa pela criação de um Plano de Estudo do Artístico, um auditório para 2.000 pessoas no Funchal, a conclusão do Museu do Romantismo e do Museu da Música Tradicional da Madeira.