• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Domingo, 28 Julho 2019

“Pensar que podemos ter crescimento económico e estabilidade social com uma geringonça, é suicidário”

Na chegada à Herdade do Chão da Lagoa, o Presidente do PSD/Madeira, Miguel Albuquerque, revelou, aos jornalistas, que, também neste dia, irá apelar ao voto de todos os Madeirenses e Porto-santenses no PSD, “o único voto que pode garantir duas coisas fundamentais para o futuro da Madeira: por um lado a continuação da autonomia política e a liberdade e direitos do povo madeirense” e, por outro, “a continuidade do desenvolvimento integral da Região”, fazendo questão de afirmar que “os Madeirenses e Porto-santenses não podem exigir a partidos comunistas e socialistas, anti-autonomistas, que preservem a autonomia”. Aliás, “pensar que podemos ter crescimento económico e estabilidade social com uma geringonça, é suicidário", reforçou.

Miguel Albuquerque fez questão de assumir que é sempre uma grande honra ter o líder nacional do Partido na festa do Chão da Lagoa, sublinhando que “há uma tradição em que é a oposição ganha sempre nas sondagens, enquanto que nós ganhamos as eleições".

Por seu turno, Rui Rio, ao lado do líder regional dos Social-democratas, reconheceu aos jornalistas que esta é a maior Festa do PSD a nível nacional e recordou a necessidade de reforçar a união e a mobilização para o voto, num ano extremamente importante para o partido e para o futuro da Região e do próprio país, com dois atos eleitorais nos próximos meses. No caso da Madeira, disse, “o voto no PSD ainda assume maior importância, porque não vale a pena mudar o que está a correr bem. Se a governação na Madeira está a correr bem, se a Região tem um índice de desenvolvimento que todos nós reconhecemos como dos maiores do país, não vale a pena arriscar e estar a trazer o Partido Comunista e o Bloco de Esquerda para a esfera do poder", rematou.

Também presente à chegada, Alberto João Jardim assumiu que quer a vitória do PSD e garante a sua disponibilidade para prestar o seu contributo, a todos os níveis e a favor do partido e da Região.