• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Segunda, 20 Maio 2019

"A Europa que nós conhecemos e da qual fazemos parte é uma Europa social, uma Europa que atende aos seus cidadãos e que apoia os seus Estados-membros e Regiões, nas suas diferentes necessidades, através dos instrumentos e mecanismos de que dispõe e que a Região tem sabido, muito bem, aproveitar". A afirmação é da candidata Cláudia Monteiro de Aguiar que, hoje, visitou o projeto de requalificação do Bairro da Palmeira, "mais um exemplo da boa aplicação dos fundos comunitários na Madeira e, acima de tudo, a prova de que temos um projeto europeu que é solidário e também assente na área social".

"Estamos aqui perante um projeto que assume a maior importância, vindo beneficiar 333 famílias, cerca de 1.000 cidadãos", disse, na ocasião, a candidata, reiterando que, no Parlamento Europeu, "o PSD continuará a trabalhar para que os apoios comunitários, nesta área social, venham a ser não só reforçados como, também, melhor direcionados a quem mais precisa, quer do ponto de vista da habitação social, quer ao nível de outras respostas que assegurem a melhoria da qualidade de vida dos nossos cidadãos".

Neste caso concreto, "esta intervenção atende, para além da requalificação das infraestruturas, às zonas circundantes e às preocupações para com quem tem mobilidade reduzida, além de garantir melhores condições às pessoas que cá vivem", explicou Cláudia Monteiro de Aguiar, sublinhando que, num trabalho de grande proximidade e atenção para com a população, o Governo Regional tem conseguido encontrar, junto da Europa, respostas em matéria de apoios que têm resultado a favor de todos, melhorando, substancialmente, as condições de vida e, neste caso, de habitabilidade.

"Continuaremos a trabalhar para que todos os cidadãos, madeirenses e porto-santenses, que são cidadãos portugueses e europeus, possam ter as mesmas oportunidades e as mesmas vantagens de pertencer a este projeto europeu, sendo esse um dos grandes objetivos a que o PSD se propõe, neste próximo mandato", concluiu.