• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Sexta, 3 Maio 2019

A ausência da freguesia onde se exerce o direito de voto já não é um impedimento para cumprir este dever de cidadania, uma vez que é, agora, possível votar, antecipadamente, numa mesa de voto em mobilidade à escolha do eleitor.
Nestes casos, o eleitor terá de prever onde estará a 19 de maio (domingo), dia em que é chamado a votar antecipadamente.
Neste dia, existirá uma mesa de voto antecipado em cada sede de distrito de Portugal Continental e em cada uma das ilhas das Regiões Autónomas (Açores e Madeira).
Após a escolha do distrito ou ilha em que quer votar, o eleitor terá de se inscrever, manifestando a intenção de votar antecipadamente à administração eleitoral da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna (SGMAI).
Entre os dias 12 e 16 de maio, poderá efetuar o seu requerimento para voto antecipado de duas formas:

  1. Através da plataforma eletrónica – acedendo a www.votoantecipado.mai.gov.pt e disponibilizando as seguintes informações (nome completo, data de nascimento, número de identificação civil, morada, endereço de correio eletrónico, contacto telefónico e indicação da mesa de voto antecipado em mobilidade onde pretendes exercer o direito de voto);
  2. Via postal – que deverá dar entrada na SGMAI até ao dia 16 de maio (modelo abaixo).

No dia 19 de maio, deve dirigir-se à Câmara Municipal da localidade onde escolheu votar, acompanhado do seu documento de identificação (Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade) e indicar a freguesia onde está recenseado.

Refira-se que, mesmo que tenha manifestado a intenção de exercício de voto antecipado em mobilidade, mas não exerça esse direito, ainda poderá votar no dia das eleições (26 de maio), na assembleia ou secção de voto em que se encontra recenseado.

Saiba mais aqui

Modelo a ser utilizado por via postal:

image