• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Segunda, 29 Abril 2019

«O PSD não só tem a melhor lista – e, neste caso, pela Madeira, interessa muito em particular a candidata que vai representar a Região no Parlamento Europeu – mas temos, também, as melhores propostas». A afirmação é de Paulo Rangel que, na sua chegada à Região e ainda no Aeroporto Internacional da Madeira, fez questão de destacar alguns dos aspetos que, dentro da sua visita e atendendo à realidade regional, serão abordados, como é o caso do Turismo, do Centro Internacional de Negócios e das Pescas.

«Vamos fazer visitas a quase todos os pontos com interesse económico e social para a Região e vamos levantar, em cada um deles, os temas específicos onde a Madeira pode continuar a fazer a diferença», salientou, na ocasião, o cabeça-de-lista do PSD às eleições europeias de 26 de maio, sublinhando, a esse propósito, o importante papel que a candidata Cláudia Monteiro de Aguiar desenvolveu, a favor da Região mas também do país, durante o seu mandato.

«É muito importante que os madeirenses saibam que, sob a coordenação do Presidente Miguel Albuquerque, a Cláudia Monteiro de Aguiar representou, nos últimos cinco anos, a Região e que o fez com grande brilhantismo, defendendo os interesses da Madeira e do Porto Santo e destacando-se, especialmente, em dois grandes temas: o Turismo e a economia azul», frisou Paulo Rangel, garantindo que, «se hoje o turismo está na agenda europeia, isso deve-se ao PSD mas, em especial, à Cláudia Monteiro de Aguiar. É graças a esse trabalho que hoje temos, pela primeira vez, fundos orientados para essa temática», disse.

Paralelamente ao turismo e à defesa da Madeira, no conjunto das Regiões Ultraperiféricas, Paulo Rangel fez questão de sublinhar, nas suas declarações, outro dos aspetos em que a Região se tem destacado e onde se pode afirmar que a Madeira, em rigor, «está a puxar pelo país e a prestar um serviço nacional», que é o caso da economia azul, a economia do mar, o aproveitamento do mar». Seja sob o ponto de vista pesqueiro – e das suas múltiplas vantagens socioeconómicas, no emprego e na sustentabilidade da própria produção – mas, também, do ponto de vista do conhecimento, da investigação cientifica e até do aproveitamento das energias.

«São sem dúvida dois temas que marcam a minha visita e onde temos trabalho para apresentar. Não há só promessas a fazer, claro que há compromissos, mas temos, sobretudo, trabalho para apresentar que, em particular, a nossa candidata, muito ajudada pelo Governo Regional, foi capaz de colocar na agenda europeia. Não apenas na agenda portuguesa, mas, sim, na europeia», reforçou.

Por último e em relação às eleições, o cabeça-de-lista social-democrata garantiu que a expetativa «é a melhor». «O PSD luta sempre para ganhar, em todo o lado. Estamos num processo pré-eleitoral regional e nacional e a expetativa é a de ganhar», referiu.