• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Quarta, 24 Abril 2019

"Em matéria de transportes, o Partido Socialista, apoiado pelo PCP e Bloco de Esquerda, tem falhado redondamente e é bom que as pessoas saibam que o candidato socialista que agora se apresenta, a nível nacional, às Europeias, é o mesmo que nunca resolveu qualquer uns dos dossiês que lhe foi apresentado, pela Madeira, enquanto ministro da tutela".

É desta forma que a candidata social-democrata Cláudia Monteiro de Aguiar lança duras críticas a Pedro Marques, assumindo que se torna difícil perceber "como é que alguém que não resolveu, em Portugal continental, as matérias que diziam respeito ao principio da continuidade territorial do seu país, irá defender, agora, em Bruxelas, qualquer matéria que esteja relacionada com os transportes". Declarações feitas à margem da sua deslocação a Santa Cruz, num dia dedicado a este concelho que não poderia deixar de lado, por isso mesmo, a abordagem àquela que é a principal porta de entrada na Região.

"Há uma série de falhas que devem ser relembradas no respeitante aos transportes", reforçou Cláudia Monteiro de Aguiar, elencando, apenas como exemplos, a revisão do subsídio de mobilidade aérea que aguarda, desde 2016, pelo Governo da República, assim como o dossiê dos ventos do Aeroporto ou mesmo os preços exorbitantes e totalmente inaceitáveis que têm vindo a ser praticados pela TAP, companhia que é detida, maioritariamente, pelo Estado Português. Matérias que preocupam a candidata e que, sublinha, "têm vindo a ser consecutivamente relembradas pelo PSD, sem qualquer sucesso", junto de uma governação socialista que tem vindo a descurar, claramente, os interesses e as necessidades desta Região, em matéria de transportes, tanto do ponto de vista dos nossos residentes, mas, também, dos milhares de turistas que nos visitam.

A candidata assegura que o PSD dará continuidade ao trabalho que tem vindo a desenvolver junto da Europa e avança, inclusive, que tudo fará para que os apoios europeus venham a ser reforçados – concretamente e, neste caso, para o investimento na melhoria das infraestruturas aeroportuárias. "Aquilo que o PSD já defendeu, em sede do Parlamento Europeu, é que haja um aumento, no FEDER e no Fundo de Coesão, que possa resultar a favor desta área», salientou, garantindo que, «da parte da União Europeia e dentro daquelas que são as suas competências, existe abertura e atenção".

Aliás, frisou, "ainda recentemente levantamos uma questão relacionada com a política de preços praticada pela TAP, junto da Comissão, questão essa que sabemos que está a ser tratada, de modo a que se possa explicar, claramente, como é que a continuidade territorial de um Estado-membro para com uma das suas Regiões insulares e ultraperiféricas está a ser posto em causa".

Este é um assunto que Cláudia Monteiro de Aguiar pretende acompanhar, no seu próximo mandato, assumido que está o seu compromisso de levar mais Madeira à Europa.