• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Terça, 9 Abril 2019

Foi uma manhã diferente aquela que a Secção Laboral dos Enfermeiros dos TSD/M (Trabalhadores Social Democratas da Madeira) promoveu este domingo, no Parque das Madalenas, em Santo António, para assinalar o Dia Mundial da Saúde.

Aulas gratuitas de fitdance, bodybalance e meditação foram o pretexto para sensibilizar para a importância da actividade física no combate ao sedentarismo, à obesidade e na prevenção das doenças cardiovasculares.

“O objetivo foi promover a saúde. Tanto física como mental”, explicou aos jornalistas a responsável pela Secção Laboral dos Enfermeiros dos TSD/M, Tânia Costa, acrescentando que paralelamente às actividades foram feitos rastreios de tensão arterial e de glicémia a todos os participantes e a quem por lá passou.

A saúde, continuou Tânia Costa, tem de ser olhada como um todo. Não basta sermos fisicamente saudáveis ou mentalmente saudáveis. “Temos que olhar para as três esferas da saúde: física, mental e social”, reforçou, dizendo que foi precisamente com essa ideia que organizaram a iniciativa no Parque das Madalenas.

A acção, realizada com a colaboração de profissionais da área do desporto, como os instrutores Ana Sousa (bodybalance e meditação) e Luís Miguel (fitdance), e com o apoio logístico da Junta de Freguesia de Santo António, colocou o foco na actividade desportiva como caminho fundamental para uma vida saudável. Em todos os aspectos.

“O bodybalance e a meditação para além de promoverem a destreza, a força física, a flexibilidade e uma melhor postura corporal, tem grande importância na saúde mental. Aumenta a capacidade de concentração, a memória, reduzindo o stress e a ansiedade”, explicou Tânia Costa, falando também da escolha de fitdance para a actividade. “Promover o exercício cardiovascular funcional.”

O nosso bem-estar mental, explicou, é também resultado de processos químicos, e actividade física ao ativar os neurotransmissores resultam em sensações de felicidade e tranquilidade. O resultado é global. “Melhora o nosso sono, o apetite, até o humor.” 

“É na base da medicina preventiva que se combate, mais eficazmente, as doenças. Uma estratégia que tem vindo a ser cumprida pelo Governo Regional, na base dos diversos programas de saúde atualmente em vigor”, concluiu Tânia Costa.