• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Quarta, 3 Abril 2019

Cláudia Monteiro de Aguiar apresentou hoje na Comissão dos Transpores e Turismo e na Comissão das Pescas quatro projetos pilotos a incidir no próximo Orçamento da União Europeia em 2020.

A deputada do PSD oficializou assim, nas Comissões Parlamentares, a criação do Centro Europeu de Combate à Poluição Marinha, proposta discutida na Conferência de Alto Nível sobre os Oceanos – o futuro do planeta azul, no passado dia 19 de Março, em Bruxelas.

Após várias reuniões e apelos do setor Cláudia Monteiro de Aguiar apresenta um Projeto Piloto com Orçamento de 2 milhões de euros. "Faz todo o sentido que seja criado um centro de combate à poluição marinha quando este é um dos grandes desafios da Economia do Mar. É o primeiro passo dado no sentido de solicitar financiamento para um projeto, com apoio da União, e que possa ser levado para as Regiões Ultraperiféricas. Dei e continuo a dar como exemplo, a Madeira. Podemos e temos todas as condições para ser pioneiros na ultraperiferia no combate sério à poluição. Podemos ser um verdadeiro pólo de referência, como somos em tantas outras áreas."

Outro projeto Piloto apresentado refere a criação de um Cluster Europeu Marítimo que permita através de uma plataforma a partilha de conhecimentos e boas práticas entre universidades, centros de investigação e outras entidades ligadas aos assuntos marítimos para o desenvolvimento de soluções inovadoras, com um valor total de 1 milhão de euros.

Na Comissão dos Transportes e Turismo, Cláudia Monteiro de Aguiar, apresentou duas propostas na área do Turismo. A primeira para a criação do Ano Europeu do Turismo UE-Índia, na mesma linha do que foi criado em 2018, UE-China para o Turismo com um valor de 1 milhão de euros. Para Cláudia Monteiro de Aguiar "a Europa composta pela sua variedade de destinos, com a sua multiculturalidade, tem de se dar a conhecer e ser promovida. Atualmente, a Índia figura com uma economia emergente. Segundo o Fundo Monetário Internacional, é a 12° economia do mundo, com a segunda maior população do mundo. Esta é uma oportunidade de promover destinos menos conhecidos, melhorar as experiências e criar fomentar uma maior cooperação económica."

Ainda ligada ao Turismo, a Deputada do PSD apresentou um Projeto Piloto no valor de 1 milhão euros para Destinos Inteligentes, para a criação de um modelo de avaliação e normalização de métricas turística assentes em Big Data a aplicar a nível europeu.