• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Quinta, 28 Março 2019

Miguel Albuquerque não tem dúvidas: nunca, na história da Região, houve tanto investimento na Saúde. A convicção do presidente do PSD/Madeira, partilhada esta quinta-feira à noite, na Calheta, com os jornalistas, é sustentada no número de médicos, de enfermeiros e no investimento que tem sido feito pelo Governo Regional do PSD nesta área.

À entrada para a iniciativa partidária Compromisso Madeira, que foi dedicada ao concelho da Calheta, Albuquerque comentou as notícias que tem sido divulgadas sobre o Serviço Regional de Saúde da Região (SESARAM). O problema, disse, está na “politização” que tem sido feita em torno de uma área fundamental para os madeirenses e porto-santenses.

“Se compararmos aquilo que se passa na saúde na Madeira, com aquilo que se passa no continente, onde houve desinvestimento e existe uma situação caótica, aqui na Madeira é o contrário”, disse aos jornalistas, à margem da iniciativa partidária Compromisso Madeira, que foi dedicada ao concelho da Calheta.

Temos, continuou o líder social-democrata, feito investimentos consistentes. “Temos contratado mais médicos, mais enfermeiros. Há melhoria dos serviços, e há melhor capacidade de resposta do Serviço Regional de Saúde”, elencou, lembrando que em qualquer país europeu existem falhas pontuais. Mas, frisou, o SESARAM tem toda a credibilidade, garante a segurança a toda a população e vai continuar a ser alvo de investimento da parte do Governo Regional.

“Aqui na Calheta é um bom exemplo disso. Amanhã [sexta-feira] começam as obras no novo centro de saúde da Calheta, e para o novo centro do Arco da Calheta em breve vamos lançar o concurso”, afirmou Albuquerque, depois de falar sobre os objectivos do Compromisso Madeira.

A ideia, explicou, é ouvir as forças vivas do concelho da Calheta. Auscultar e perceber as necessidades do futuro. “Nós somos um partido que trabalha em conjugação com a sociedade civil e pretendemos ouvir as pessoas com atenção, no sentido de apresentarmos um programa ao nosso eleitorado que corresponda aquilo que são as expectativas dessa mesma sociedade”, apontou, sublinhando que o Governo Regional do PSD está a cumprir com “todos os Compromissos” assumidos com a população. Neste momento, concluiu, é preciso ouvir as pessoas para saber aquilo que é necessário para os próximos quatro anos.