• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Terça, 26 Fevereiro 2019

A criação da Cidade da Criança nos Jardins do Lido e de um Dog Park, duas propostas apresentadas pelo PSD e aprovadas por unanimidade há cerca de um ano ainda não foram implementadas pelo executivo da Câmara Municipal do Funchal (CMF).

A denúncia partiu da bancada social-democrata esta terça-feira, durante a Reunião de Assembleia Municipal, com a deputada Vera Duarte a questionar acerca da estratégia que está a ser seguida pelo executivo camarário no que respeita à manutenção dos parques infantis, tendo em conta a segurança e bem-estar das crianças e das suas famílias.

Resgatando a proposta de deliberação do PSD, intitulada “Jardins do Lido – Espaço Infantil”, que defendia a criação da “Cidade da Criança”, a social-democrata questionou o presidente da Autarquia sobre “os esforços levados a cabo para que a mesma fosse, efectivamente, uma realidade?”. Vera Duarte apontou também “a única ressalva” por parte do executivo que se prendia com o hotel ali existente. “Gostaria de saber se, conforme por si afirmado na dita reunião de câmara, já houve comunicação sobre este assunto com a Frente Mar e com o hotel para a criação desta infra-estrutura de acordo com o protocolo já existente?”

Assim, disse, esperar “do Funchal um empenho claro em potenciar esforços para oferecer infra-estruturas adequadas ao exercício de um dos direitos fundamentais de qualquer criança: o direito a brincar; a expressar de forma livres as suas emoções, motivando um profícuo desenvolvimento físico, social e psíquico em família, em comunidade.”

Já André Alves falou sobre a proposta também aprovada para a criação do Dog Park, mas até agora não implementada pela Autarquia, lembrando que “grande parte dos munícipes possui animais de estimação, e como tal, precisam de passear os seus cães pelos jardins municipais.” Daí a necessidade de criar um Parque para Animais de Estimação.

O deputado social-democrata endureceu o discurso, acusando o executivo municipal “uma vez mais” prometer e não cumprir.

“Continuam a falhar com os Funchalenses e não cumprem com as responsabilidades de gerir responsavelmente esta Câmara Municipal. Temos assistido a inúmeras propostas aprovadas, seja em reunião de Câmara, seja na Assembleia Municipal que depois nunca são realizadas. Apenas anunciam na Comunicação Social medidas que depois, nunca chegam a ser executadas.”