• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Quarta, 13 Fevereiro 2019

Foi com uma sala completamente cheia, no centro paroquial da Ribeira Brava, que arrancou o primeiro ‘Compromisso Madeira’ deste ano.

Uma iniciativa que, conforme salientou o presidente do PSD/M, tem por objetivo “auscultar as populações das freguesias e concelhos, no sentido de elaborar um programa de Governo credível e que esteja em consonância com aquilo que é a vontade dos madeirenses”.

Miguel Albuquerque salientou que este diálogo com a população, que se enquadra no princípio da proximidade que faz parte da matriz social-democrata e da forma de fazer política deste partido, serve também para fazer “uma avaliação daquilo que têm sido as políticas do Governo em todos os concelhos e freguesias da Madeira”.

Este ‘Compromisso Madeira’ contou também com a presença de Alberto João Jardim, presidente honorário do PSD/M, facto que foi destacado por Miguel Albuquerque, ressalvando que se trata de uma referência “muito importante neste momento de unidade e de dinâmica do Partido”.

“O Dr. Alberto João Jardim é sempre uma mais-valia porque é um homem que teve e continua a ter um papel relevantíssimo no desenvolvimento da Madeira, na explicação daquilo que são os fundamentos da Autonomia da Madeira e quão importante foi a Autonomia da Madeira para o presente, o passado e o futuro de toda a Região e, sobretudo, dos madeirenses e porto-santenses”. Assim, continuou Miguel Albuquerque, como “timoneiro do desenvolvimento da Madeira”, assume um papel importante num momento em que o PSD tem grandes desafios pela frente”.

E sobre esses desafios, Alberto João Jardim, nas palavras que dirigiu aos militantes e simpatizantes do PSD, fez questão de deixar algumas reflexões: “Votamos em quem fez a Autonomia ou votamos em quem foi contra a Autonomia? Votamos em quem fez o desenvolvimento ou votamos em quem foi contra o desenvolvimento? (...) Votamos naqueles que nos querem por outra vez a ser mandados por Lisboa ou votamos naqueles que têm resistido contra o poder de Lisboa?”

No que diz respeito à Ribeira Brava, propriamente dita, neste ‘Compromisso Madeira’ foram apresentados os principais investimentos realizados no concelho, destacando-se, ao nível da infraestruturas, a nova Escola Secundária, que estará concluída no final deste ano, num investimento de 6,4 milhões de euros, entre outras já realizadas como a recuperação do infantário ‘ O Balão’, a reabilitação do Pavilhão. Reabilitámos o Pavilhão da Ribeira Brava, a canalização das Ribeiras das Fajãs das Éguas, Pereira, Eirinha e Ribeira Brava, a regularização da Ribeira da Tabua e do Ribeiro do Lombo Moleiro, a Estação de Tratamento de Águas, a requalificação de passagens hidráulicas deste concelho e na Requalificação da Marginal da Ribeira Brava e a recuperação da Levada do Norte..

Estão ainda em curso os trabalhos de prevenção de Risco de Derrocadas em troços de estradas regionais na Ribeira Brava.

Nos investimentos realizados pelo Governo nas mais diversas áreas, importa ainda realçar os que foram feitos na Saúde e nas restantes valências sociais e que resultaram, por exemplo, no incremento do número de consultas nos cuidados primários e ao domicílio e na diminuição do desemprego no concelho.