• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Segunda, 5 Novembro 2018

O PSD/Madeira quer que o Governo da República aplique benefícios fiscais às famílias dos estudantes da UMa, à semelhança daquilo que acontece com os estudantes que frequentam as universidades no interior do País.

“Vamos apresentar uma proposta de alteração ao Orçamento de Estado para que a majoração dos 10% aplicado às famílias dos estudantes do interior, que sabemos que têm muitas dificuldades em pagar o alojamento e despesas com educação, também seja aplicado a quem decida estudar na Universidade da Madeira (UMa)” anunciou Sara Madruga da Costa, na sequência de uma reunião que manteve com a Reitoria da Universidade da Madeira esta manhã (segunda-feira).

Os deputados do PSD/Madeira na Assembleia da República, sublinhou a parlamentar, vão manter esta exigências por entenderem ser da mais elementar justiça. Outras questões serão levadas à discussão da especialidade do OE 2019, nomeadamente o reforço do financiamento da UMa e a aplicação do subsídio de insularidade aos trabalhadores deste estabelecimento de ensino superior.

“Vamos voltar a exigir que seja aplicado aos trabalhadores da UMa o subsídio de insularidade” e vamos reivindicar na Assembleia da República o reforço do financiamento das verbas para a Universidade da Madeira, e que a UMa possa aceder aos fundos comunitários da mesma forma que as congéneres do território continental.”

Para Sara Madruga da Costa a implementação do subsídio de insularidade a todos os trabalhadores e a majoração de 10% para as famílias dos estudantes são duas medidas essenciais para que a Universidade da Madeira “ganhe competitividade”, consiga captar mais estudantes e “tenha a importância que deve ter numa região ultraperiférica como a Madeira”.