• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Sexta, 26 Outubro 2018

O Governo Regional decidiu aprovar, ontem, o projeto do novo Hospital Central da Madeira e autorizar o lançamento do concurso público internacional para o mesmo, bem como a realização da despesa inerente à empreitada, até ao montante de 251 milhões de euros, com IVA.

"Recorde-se que o XII Governo Regional da Região Autónoma da Madeira assumiu o claro compromisso público de construir um Novo Hospital, de acordo com novos conceitos arquitetónicos e tecnológicos, que permitam assegurar à população residente e presente da RAM, cuidados hospitalares seguros e de qualidade. A nova unidade, no essencial, consubstancia uma iniciativa com obtenção de ganhos de racionalidade e de eficiência no desempenho da Rede de Cuidados do Serviço Regional de Saúde, com evidentes benefícios para as populações ao nível da modernização e da qualidade da prestação dos cuidados de saúde", lê-se na resolução do Conselho de Governo.

“Isto significa que os madeirenses, apesar de o primeiro-ministro não cumprir aquilo a que se comprometeu, vão ter um novo hospital, porque na Madeira o compromisso do governo [regional] é para cumprir”, disse Miguel Albuuqerque a este propósito agência Lusa.

O presidente do Governo regional lembrou que António Costa prometeu na última visita oficial à Madeiraque o Estado iria assumir 50% do custo da construção e dos equipamentos do novo hospital, mas agora “só vai assumir 13%”.

Além de não atender aos equipamentos, o Governo da República deduz o IVA e contempla uma eventual venda do Hospital dos Marmeleirose do Hospital Dr. Nélio Mendonça.

“É bom que os madeirenses e os porto-santenses saibam que foram objeto de um logro e de uma mentira e tirem as devidas conclusões políticas”, disse.

Além da questão do novo hospital, nesta semana foi também formalizado o protocolo com 16 agências de viagens para as viagens dos estudantes, com um custo único de 65 euros.

"Pensamos que é uma solução que vem resolver um problema para as famílias da Madeira, sobretudo as que têm filhos a estudar no Continente ou nos Açores e vem ao encontro daquilo que são os objetivos do Governo Regional, que é evitar a iniquidade, numa família com rendimento médio estar a adiantar centenas de euros para resolver um problema que tem sido prorrogado pelo Governo Central e pelo Estado", disse Miguel Albuquerque na cerimónia de assinatura do protocolo.

Avançou ainda que a solução pode ser estendida a todos os residentes na Madeira e no Porto Santo.

“Isto é a demonstração de que há sempre soluções para os problemas”, afirmou.

Lista de agências de viagens:

- Ilha Norte; Agência Blandy; Good Luck Tours; InterTours; Agência Ferraz; New Travel; Mercado das Viagens; Euromar; Ponto de Encontro; RAM Travel (em parceria com a Bravatour); RMK Tours; Venda das Viagens; Windsor; Top Atlântico Madeira; Travel4U; Interpass.