• Capa_abril_Site-100.jpg
Notícias
  Quarta, 11 Abril 2018

O presidente do PSD/Madeira, Miguel Albuquerque acusou ontem a TAP de tratar os cidadãos da Madeira de forma “vergonhosa” e de “desrespeitosa” exigindo que o Estado tome uma posição para assegurar as ligações aéreas entre o arquipélago e o Continente.

As declarações foram feitas ontem à margem do debate/conferência com o tema ‘Perspetivas de Desenvolvimento Económico e Social da Madeira’, organizado pelo Gabinete de Estudos do PSD/M que decorreu no Anfiteatro da reitoria da UMa.

Lembrando que a TAP continua a ser uma companhia aérea maioritariamente pública, Miguel Albuquerque disse que cabe ao Estado assegurar os serviços mínimos públicos das ligações aéreas para a Região Autónoma da Madeira

Neste sentido, o Governo Regional do PSD já fez as diligências junto da República para que o Estado intervenha e proteja os voos para a Região Autónoma da Madeira.

“A forma como as pessoas estão a ser tratadas é inaceitável: são crianças, são estudantes, são idosos, são doentes”, lamentou, vincando que os madeirenses não admitem ser tratados com tamanho desrespeito.

Neste sentido exigiu uma intervenção do Estado junto da TAP, no sentido de assegurar que as pessoas sejam tratadas com “respeito, urbanidade e dignidade”, uma vez que considera “inadmissível” que os madeirenses sejam “punidos por viverem numa ilha.”