• Capa_abril_Site-100.jpg
Notícias
  Quinta, 15 Fevereiro 2018

A vereação do PSD na Câmara Municipal de Santana conseguiu que o executivo autárquico baixasse o IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis) e o IMT (Imposto Municipal sobre a Transmissão Onerosa de Imóveis).

A proposta dos sociais-democratas para a atribuição de benefícios fiscais aos proprietários de imóveis que queiram reabilitar o seu património foi aprovada hoje por unanimidade, em reunião de câmara.

A vereadora social-democrata, Ana Rosina, expressou o seu agrado com a posição favorável por parte de todas as forças políticas no Município, uma vez que a proposta do PSD visa incentivar a reabilitação urbana do centro histórico de Santana.

“Numa segunda fase o objetivo é alargar esta legislação facilitadora para a reabilitação e para a edificação de edifícios de infraestruturas em espaços urbanos, inserida na ARU (Áreas de Reabilitação Urbana), a todas as freguesias do concelho”, disse.

No âmbito social, “o apoio às famílias através da comparticipação nas mensalidades das creches e jardins-de-infância foi, desde sempre, uma das bandeiras do PSD ao longo da campanha e da nossa ação pós-eleições”, sublinhou Ana Rosina. Por isso a proposta ‘Desenvolvimento de Programa de Apoio às Famílias tendente à comparticipação nas mensalidades de creches e jardins-de-infância’, apresentada pelo executivo, mereceu a aprovação da vereação social-democrata e das restantes forças partidárias.